...

...

quarta-feira, 24 de maio de 2006

Fazendo-o Contigo



Percorro o teu corpo
molhado, tenso
beijando a tua pele macia
fina…
Sentindo tamanha vontade
Doendo de tanto te desejar
Desço pelas tuas curvas
acompanho a água
infiltro-me em ti
Humedeço-te…
o corpo vibra
Numa completa ausência de palavras,
enlouquecemos
Esquecemos nomes, coisas e lugares
esquecemos o tempo,
amando-nos
Os corpos gritam,
com vontade própria
sedentos, unidos
Dilatando, penetrando
Consumidos no fogo,
no ardor,
no arrepio,
A estranha dor que nos causa na barriga
Aceleram… acalmam…
beijam-se, beijamo-nos
Amando…
Amor,
fazendo-o contigo






(imagens: Marco Neves)

6 comentários:

Morgaine disse...

Cantas tanto o amor disfarçado de paixão, tu...Li de repente, como um flash curto uma essência interior que manténs em ti: a arte de deslumbrar com palavras. Creio que tens um impulso irresistivel para escrever assim. Mas tem de ser, para que sobrevivas, doutro modo sentir-te-ás angustiado ou infeliz. Daí que escrevas quase como que "por instinto". Eu, como te disse, leio-te sempre, mas os teus textos são estados de alma, e para os comentar receio revelar mais do que quero revelar de mim própria. De qualquer modo, vou esforçar-me, desde que mantenhas a tua promessa de acenderes a luz. Eu gosto às claras.. gosto de ver tudo!

lua_de_avalon disse...

Costumo enlanguescer-me no éter
derramado p'los silêncios
Rebolar sobre várias sensações vagas
suprimidas ao vento.
Anoitece. Solto um suspiro
cavo de vulcões.
Eu queria tanto ser louca
tão louca,
que não me apercebesse quanto o sou

morgaine disse...

Já te tinha dito que tens um olho bonito? Pois já :PPP

~~marseven~~ disse...

Ele é um homem bonito!...rs...rs

Flashlight disse...

marseven, eu diria mais..ele é um homem bonito!eheheh

Anónimo disse...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»