...

...

quinta-feira, 18 de maio de 2006

Confissões de Kroboros




São sombras que me estimulam nas longas horas de agonia complacente. São esgares de perdidas memórias viciosas que se apoderam desta massa que me envolve. Estas ondas que me revolvem neste marasmo a que o turbilhão me habituou, fazem-me sentir como o supremo da inutilidade. Para quê? Para quem? Para o quê?

Por muito que pense e mais que repense, nunca chegarei ao cerne da questão, esta que me fode por completo, que sou? É em cada respiração que renasço, em cada gota de suor te perco. O ênfase da vivência tão curta como o "tal" suspirar e aperto no coração ao olhar para ti. Enquanto o sangue corre, a caneta escorre degolada pela minha mão que escreve... esvaindo-me em palavras misturadas nesta tinta negra que me adoça em tenras palavras pesadas.

Sim, penso em ti constantemente. Eternamente enquanto durar esta e a próxima vivência. Tu que estavas tão à mão, mas não, não estás. Sinto-me enjoado de tanto álcool e droga de vida. Não desisto de nada mas deixo-me ir... e a nada pertenço.

Por cada pedra um pensamento me assalta, arromba-me, viola o mais sensato e consciente que poderia dizer numa missiva. Para que escreve se o vento me gela a alma? Pergunto-me, questiono-me por tudo. Enfim, nada! Talvez seja hora de me deixar apoderar pela inconsciência do sono e dormir. Não poderia ser mais irónico com esta frase.

Tenho pena por não conseguir sair desta redoma. Sinto-me preso mas só assim estimulo a revolta... talvez para nada. Orgulhosamente... sinto demais.

16-11-04

3 comentários:

Cereza disse...

Foi com este nick Kroboros que o Marco assinou o primeiro texto para o Urban Jungle. É uma história engraçada, e demonstrativa da personalidade deste cromito! Passo a contar... Eu tinha o UJ há sensivelmente 1 ano, e como muita gente sabe, o urban é um espaço que fundei há cerca de 2 anos, mas... não é apenas meu... é de todos aqueles que querem colaborar. Só assim é possivel ter algo novo todos os dias.. Faço dele uma espécie de revista, que se consulta pela manhã. Bem... continuando com o Marco... eu sabia que ele escrevia bem, então constantemente o "chateava" para ele escrever qualquer coisita para o blog. Ele respondia-me sempre... "tá bem cereza, qualquer dia escrevo..." e nada! Levei meses nisto. grrrrrrr. Até que um dia o Marco, sem mais nem menos, aparece-me com um texto fantastico assinado com o nick Kroboros! Como devem calcular, recebeu imensos elogios.. muitos mesmo... a partir daí, o marco deixou a "casmurrice" de lado, e começou a escrever com frequencia. Sempre textos lindissimos, como é o caso deste. Orgulho-me de o ter feito perder a "vergonha" de escrever para o publico. Orgulho-me de ele ter aberto este espaço um pouco também devido a mim e ao Urban! Sim, a mim MARCO! Pq teimoso como tu és... foi preciso uma paciencia de santa, para te mostrar que deves mostrar o teu trabalho! Eu fico sempre muito entusiasmada quando ele escreve algo para o Urban, e sei que ele apesar de ter agora a lampâda Mervelha, vai continuar a contribuir e a ajudar-me no "nosso" blog. Ás vezes quando publico algo dele, falamos imenso.. sobre o que ficaria bem a ilustrar o texto, sobre a musica... enfim, esses pormenores. No fim, ou ele ou eu dizemos sempre: GIVE ME FIVE! YEAHHH!Fazemos uma excelente equipa (quando não discutimos, que é frequente )loll. Ja agora Marco, não te esqueças do capitulo que falta para o conto do Urban lolllllll AHPOIZÉ, eu aproveito logo!
Tu és e serás sempre parte do Urban Jungle... porque o que tu escreves, é simplesmente profundo, e belo. É simples, mas tão cheio de emoção... Marco, GIVE ME FIVE BABE!

empadinha disse...

Desejo de matar!
Matar para eternizar!

marseven disse...

Eu tmb me orgulho mt pelo espaço do Marco e pelos seus altos voos poéticos,sua elaborada criatividade
seus estruturados contos,sua rara estética ilustrativa.
Conheço-o melhor que ninguém ,toda a sua potencialidade, seus méritos e deméritos,suas virtudes e o painel das cores que ainda faltam na harmonia da sua paleta vital. Toda a grande obra começa do nada!
A solidez e a beleza,dependem do mentor/construtor e da qualidade dos materiais usados.
Bjs pr todos