...

...

quinta-feira, 17 de agosto de 2006

Qualquer coisa, como fugir

Vamos fugir juntos
Conspirar contra um poder qualquer
Absolutista, assim como tu, paixão
Vamos furar papel de arroz, com dardos de felicidade
Vamos contra armadas do Oriente
Vicio-me, como tu em mim amor, meu ópio
Façamos qualquer coisa saudável
Vamos fugir, apenas porque é tão bom
No meio da multidão, olhemo-nos
Fixamente…
…e fugimos assim, de todos




Esqueçamo-nos do que havia sido agendado para hoje
Esta noite, dancemos como mais ninguém ousou
Ritmados
Pautados pelo nosso próprio bater
Asas, corações
Borremos a pintura toda
Sejamos histéricos numa rua deserta
Fujamos…
De qualquer realidade desprovida de ti ou de mim
…de amor

Vamos! Fujamos agora!
Vou descer de propósito à rua
Atirar pedrinhas à janela
Apenas para que apareças
…e tão abençoado seja esse teu sorrir




Vamos qualquer coisa, não sei bem o quê
Qualquer coisa mesmo
Assim, bonita como tu
Do género não definido
Imperceptível, inadiável
Infinito
Até sem estar muito composto, com umas manchas aos cantos
Desfraldado, com uns vincos aqui e ali
Despenteado
Façamos da incerteza um baloiço para o improviso
Urdamos paixão, na trama de cada um de nós
Entrelaçando dedos e franjas de sorrisos
Não há desperdício

Carrega no meu botão, torna-me num míssil
Intercontinental, intemporal
Emocionado, enriquecido
Teleguiado, sintonizado na tua onda
Sejamos um sonar, esperando pela onda que volta
És a minha antena
Sejamos qualquer coisa mesmo
Porque somos assim,
…um do outro
…um para o outro




E tudo o resto será qualquer coisa mesmo
Pouco importa como seja, o que seja
Unos, somos!
E tudo basta, que seja mesmo qualquer coisa
Desde que aqui estejamos, fugindo
Deitados na fina areia ou num leito de xisto
Qualquer coisa amor…
Fecho os olhos e sonho-te
E és linda, sabias?

10 comentários:

Boganga disse...

Fugir para dentro de ti....
...e sou linda porque és tu que me fazes assim, meu amor :)*

Morgaine disse...

É preciso saber ler-te. E caramba, raros são os que me conseguem fazer ler duas vezes, por isso estás mesmo de parabéns. É tão longo, como quase sempre o são os teus textos, mas nada enfadonho para quem souber ler. E as fotos encaixam! E de que maneira. bjs

banner original olha, mas um dia destes estava aqui uma lampada que era a tua cara, tal como tu, dava pouca luz. ;)

Anónimo disse...

fogoo a gente gosta de ver como ficam os coments pá! que cena a de moderares, devias gostar das coisas como elas saem!

isto nao é para editares :PPP

lampâda mervelha disse...

Quem disse que não era para ser editado? Aqui está, assim como saiu :)

Morgaine disse...

Olha a lâmpada.. voltou! :)

SecretSmile disse...

É só para deixar marca...!!!

(Não é preciso dizer que gostei, pois não?)

Anónimo disse...

a música é muito bonita*

*as palavras são sempre*

A.

Cereza disse...

São raros o blogs que hoje em dia consigo ler. O teu dá-me sempre um gozo especial.

beijo

Mar Seven disse...

Então e eu!...Que poderei dizer e acrescentar?...
Só que ninguém te ama mais que eu.
Bjs , Meguinha ...

MarSeven disse...

Cereza
Para quando a sua tentativa de versejar?
Continuo à espera!
Bjs