...

...

terça-feira, 21 de junho de 2011

uma|vez






Uma vez disseram-me que às Trevas, nem o gosto pelo sol tem outro propósito senão queimar-nos a retina. O sonho porém, não é mais que uma constatação ambígua do medo de se olhar bem acima dos nossos ombros. Hoje, no escuro, fora dos males quase inabitados, existe "uma vez" apenas, em que tanto mais me refiz de silêncios que guardo em mim. Serei sempre um egoísta, para o tanto que colho abaixo da linha dos meus olhos.

3 comentários:

Catarina Reis disse...

Egoísta eu não diria, apenas alguém que sabe o que quer, e que quer o que conhece sem no entanto ter medo do desconhecido.
Beijos

Vera, a Loira disse...

Somos todos...

Daisy disse...

Nesse caso somos todos um pouco egoístas.